Notícias | Como evitar e lidar com incêndios em condomínios

Como evitar e lidar com incêndios em condomínios

Os incêndios são causados muitas vezes por pequenos descuidos no dia a dia, como velas deixadas perto de cortinas ou uma fritura esquecida no fogão. Hoje vamos falar sobre eles em condomínios: lugares que concentram muitas pessoas e precisam ter um planejamento caso isso ocorra.

Apesar desse tipo de acidente estar sujeito a acontecer em qualquer lugar, os prédios mais antigos e sem inspeção correm mais riscos. Portanto, o conhecido ditado popular “prevenir é melhor que remediar”, é o mais verdadeiro quando se refere a assuntos de incêndio.

Alguns outros fatores que podem causar um incêndio são: fiação antiga e descascada, falta de manutenção, descargas elétricas e falha humana.

Os síndicos precisam estar atentos e providenciar, periodicamente, a verificação dos equipamentos de combate a incêndio. Porém, também é necessário que os moradores façam seu papel, como:

• Não instalar cortinas nem deixar panos perto do fogão;
• Ficar de olho em panelas e no forno na hora de cozinhar e nunca sair de casa deixando o forno ligado, mesmo que por pouco tempo;
• Não esquecer o ferro de passar roupa ligado, e não o guardar em lugares fechados se ainda estiver quente;
• Manter isqueiros, fósforos e outros objetos que causam faíscas longe do alcance das crianças;
• Ter cuidado na hora de apagar cigarros, charutos e cachimbos;

Os equipamentos mínimos necessários para a sinalização e combate ao incêndio podem variar de acordo com a idade de construção do edifício e a área construída, mas o mínimo exigido passa por extintores, iluminação e sinalização de emergência que brilham no escuro, e brigada de incêndio, obrigatório desde 2012.

Para empreendimentos acima de quatro andares é necessária a instalação de hidrantes, alarme, para-raios e gás centralizado. Já as edificações acima de 20 metros, além das exigências anteriores, são indispensáveis, ainda, a instalação de escada enclausurada com portas corta-fogo.

O que fazer em caso de incêndio?

É fundamental manter a calma e seguir algumas recomendações para sair do prédio e ficar em segurança, assim você e outras pessoas não se desesperam. Siga nossas orientações:

• Se for um princípio de incêndio, procure os extintores para tentar apagar o fogo.
• Acione o alarme de incêndio;
• Siga as luzes e os indicativos para encontrar as saídas de emergência;
• Utilize as escadas de emergência e vá em direção ao térreo. Não utilize os elevadores;
• Se tiver muita fumaça, respire pelo nariz, em rápidas inalações. Se possível, molhe um lenço e utilize-o como máscara improvisada;
• Ligue para o Corpo de Bombeiros o mais rápido possível.

Para que o condomínio esteja sempre seguro, é comum em diversos estados que se peça um AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros), ou documento similar. Essa vistoria por parte do Corpo de Bombeiros prova que o condomínio está em dia com diversas obrigações de segurança. Para ler mais sobre elas acesse: sindiconet.com.br/informese/auto-de-vistoria-do-corpo-de-bombeiros-avcb-manutencao-contra-incendios

Referências:
blog.intelbras.com.br/como-prevenir-incendios-em-condominios/
vivaocondominio.com.br/ptype_news/incendios-nos-condominios/
sindiconet.com.br/informese/auto-de-vistoria-do-corpo-de-bombeiros-avcb-manutencao-contra-incendios

Voltar
Anuncio APC Associação de condomínios Anuncio APC Associação de condomínios Anuncio APC Associação de condomínios
Fale Conosco Whatsapp